Jornada de trabalho: o exemplo europeu

Autores

  • Fernando Augusto M. de Mattos

Palavras-chave:

decomposição da taxa de desemprego, crescimento econômico,

Resumo

Este artigo avalia o papel da redução das jornadas de trabalho médias anuais (por trabalhador ocupado) sobre as trajetórias de desemprego da Europa desde o pós-guerra. Os resultados apresentados mostram que durante os Anos Dourados do capitalismo a redução das jornadas de trabalho (obtida por ação legal ou por negociação entre os atores sociais) foi muito importante para a manutenção de baixas taxas de desemprego nos principais países europeus. A desaceleração da redução das jornadas de trabalho, ocorrida especialmente a partir da década de 1980, explica grande parte da ampliação das taxas de desemprego vigentes nas economias européias desde então.

Downloads

Publicado

2009-05-26

Como Citar

M. DE MATTOS, F. A. Jornada de trabalho: o exemplo europeu. Nova Economia, [S. l.], v. 10, n. 2, 2009. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/377. Acesso em: 27 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares