O limítrofe do horário de verão

análises quase-experimentais do consumo de energia elétrica na Bahia e no Tocantins

Autores

Resumo

O horário de verão é adotado no Brasil para melhorar a eficiência energética e a segurança do sistema elétrico interligado. Os estados meridionais tendem a contribuir mais nesse sentido, havendo um limítrofe questionável em estados como Bahia e Tocantins. Explorando o arcabouço de inferência causal de Neyman-Rubin e situações quase-experimentais na Bahia e no Tocantins, o artigo analisa as trajetórias do consumo total de energia elétrica estadual usando diferenças-em-diferenças e controle sintético. Conclui-se que a participação da Bahia gera uma economia energética de até 252 GWh, e que a participação do Tocantins não gera efeitos significativos.

Downloads

Publicado

2017-03-03

Como Citar

PETTERINI, F.; SIGNOR, D.; SANTOS, P. O limítrofe do horário de verão: análises quase-experimentais do consumo de energia elétrica na Bahia e no Tocantins. Nova Economia, [S. l.], v. 28, n. 3, 2017. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/3433. Acesso em: 23 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares