Shrinking gender wage gaps in the Brazilian labor market: an application of the APC approach

Autores

  • Samantha Haussmann Cedeplar/UFMG
  • André Braz Golgher Cedeplar/UFMG

Palavras-chave:

mercado de trabalho, gênero, Brasil

Resumo

Como comumente apontado pela literatura sobre as diferenças salariais por sexo, em geral, homens recebem mais que mulheres em ocupações similares. Entretanto, algumas tendências atuais no Brasil mostram que os hiatos no mercado de trabalho entre os gêneros estão diminuindo em diversos aspectos. Esse artigo analisa essa questão empiricamente fazendo uso de PNADs, equações Mincerianas e modelos hierárquicos baseados na abordagem Idade Período-Coorte. Uma das conclusões principais do artigo é que apesar das mulheres terem salários menores que os homens para ocupações, locais de residência e níveis educacionais similares, os atributos femininos associados ao mercado de trabalho e a diminuição na segregação ocupacional parcialmente compensam essa vantagem não explicada dos homens. Além disso, depois de controlados os efeitos por coorte, observa-se uma convergência entre os gêneros e verifica-se que muitos dos hiatos são não significativos.

Downloads

Publicado

2016-12-22

Como Citar

HAUSSMANN, S.; BRAZ GOLGHER, A. Shrinking gender wage gaps in the Brazilian labor market: an application of the APC approach. Nova Economia, [S. l.], v. 26, n. 2, 2016. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/2680. Acesso em: 29 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares