Qual o melhor momento para a abertura de capital?

Autores

  • Fernanda Finotti Cordeiro Perobelli
  • Luiz Eduardo Teixeira Brandão
  • Taiany Abreu Soares

Palavras-chave:

IPO, opções reais, programação dinâmica

Resumo

Para algumas empresas de capital fechado, a questão não é se ela deve abrir ou não o capital, mas sim quando, ou seja, qual o momento mais apropriado (timing) para realizar a abertura de capital. Nesse contexto, o presente trabalho teve por objetivo verifiar se as decisões de Initial Public Offering (IPO) das empresas brasileiras de energia que realizaram IPOs durante o período 2000-2009 (quais sejam: CPFL, EDP, Cosan, Brasil Ecodiesel, São Martinho, Açúcar Guarani, MPX e OGX) foram determinadas (ou tomadas) segundo descrito pelo modelo de Draho (2000), o qual se baseia na Teoria das Opções Reais (TOR). Como resultado, encontrou-se que todas as empresas estudadas anteciparam o timing da sua oferta em relação ao preconizado pelo modelo de Draho.

Downloads

Publicado

2014-09-29

Como Citar

PEROBELLI, F. F. C.; BRANDÃO, L. E. T.; SOARES, T. A. Qual o melhor momento para a abertura de capital?. Nova Economia, [S. l.], v. 24, n. 2, 2014. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/2643. Acesso em: 29 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)