A análise da eficiência no setor bancário: Modelo de fronteira estocástica com dados em painel para a banca portuguesa

Autores

  • Francisco Vitorino da Silva Martins
  • Maria Clara Dias Pinto Ribeiro

Palavras-chave:

indústria bancária, funções custo, X-ineficiência, fronteira de custo estocástica, modelos com dados em painel

Resumo

O objetivo deste estudo é a análise da eficiência produtiva sobre os custos bancários, tendo por base a banca portuguesa. Nesta investigação adotou-se a abordagem de intermediação na conceItualização da empresa bancária. Incluem-se na análise da eficiência os custos financeiros além dos operacionais. A especificação custo adotada é a forma funcional Fourier devido ao caráter multiproduto da empresa bancária. A amostra corresponde à quase totalidade dos bancos portugueses com dados não consolidados em painel. O estudo da ineficiência é elaborado recorrendo ao modelo estocástico da curva fronteira. A taxa de ineficiência média estimada é de cerca de 4%. Em síntese, o processo de concentração, ainda inacabado, do sector bancário português, parece justificar-se pela possibilidade de diminuição da ineficiência-X.

Downloads

Publicado

2014-05-29

Como Citar

MARTINS, F. V. da S.; RIBEIRO, M. C. D. P. A análise da eficiência no setor bancário: Modelo de fronteira estocástica com dados em painel para a banca portuguesa. Nova Economia, [S. l.], v. 23, n. 3, 2014. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/2474. Acesso em: 27 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares