Cooperação financeira e distintos projetos regionais: o caso do Banco do Sul

Autores

  • Elia Elisa Cia Alves Universidade Federal de Pernambuco
  • Andre Martins Biancareli Instituto de Economia - Universidade Estadual de Campinas. IE- Unicamp

Palavras-chave:

América do Sul, Banco do Sul, integração regional, integração financeira, política externa

Resumo

Este artigo se insere na temática mais ampla do processo de integração da América do Sul, a partir da segunda metade da década de 2000. O objeto de estudo é o Banco do Sul, que, lançado como um mecanismo de cooperação financeira, passou por longo processo de criação até iniciar suas operações, em junho de 2013. Especificamente, busca-se, de um lado, destacar os esforços em direção ao fortalecimento e à criação de mecanismos de cooperação financeira, no bojo de um novo caráter do processo de integração na América do Sul, contrapondo-se aos projetos integracionistas anteriores, predominantemente liberais. Por outro lado, ressaltam-se as dificuldades desse processo, relacionadas a diferentes conteúdos estratégicos de política externa para a região, encabeçados por Venezuela e Brasil. Mostra-se como isso se refletiu na conformação de divergentes projetos financeiros regionais, resultando em um longo e complexo processo de negociação para a criação do Banco do Sul.

Biografia do Autor

Elia Elisa Cia Alves, Universidade Federal de Pernambuco

Graduação Relações Internacionais - USP

Mestrado Ciências Econômicas - Unicamp

Doutoranda em Ciências Políticas - UFPE

Professora de Economia - UFPE

Andre Martins Biancareli, Instituto de Economia - Universidade Estadual de Campinas. IE- Unicamp

Graduação, Mestrado e Doutorado em Economia no Instituto de Economia da Unicamp. 

Professor de Economia - IE - Unicamp

Downloads

Publicado

2016-03-07

Como Citar

ALVES, E. E. C.; BIANCARELI, A. M. Cooperação financeira e distintos projetos regionais: o caso do Banco do Sul. Nova Economia, [S. l.], v. 25, n. 3, 2016. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/2111. Acesso em: 26 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares