Da diplomacia do dólar à diplomacia da boa vizinhança: continuidades e diferenças na política dos Estados Unidos para a América Latina (1898-1933)

Autores

  • Pedro Paulo Zahluth Bastos Instituto de Economia - UNICAMP

Palavras-chave:

Diplomacia do Dólar, desenvolvimento associado, alianças internacionais, Diplomacia da Boa Vizinhança.

Resumo

O artigo indaga as alterações e a continuidade da política dos EUA para a América Latina, com a substituição da Diplomacia do Dólar pela Boa Vizinhança nos anos 1930. Este também aborda de início a Diplomacia do Dólar, identificando suas origens antes do que tradicionalmente aceito. A conclusão é que tal política não conseguiu criar uma zona de influência segura na América do Sul, sendo ameaçada pela Grande Depressão, pela projeção alemã e pelo nacionalismo latino nos anos 1930. O artigo discute as origens da Política da Boa Vizinhança, rejeitando que priorizaria a segurança militar, em vez de objetivos econômicos: considerações econômicas continuavam essenciais, assumindo inclusive um papel mais estratégico do que antes por causa das necessidades de abertura de mercados para exportações, de garantias de importação de minerais e outros bens, e da pressão política de movimentos nacionalistas sobre filiais estadunidenses.

Biografia do Autor

Pedro Paulo Zahluth Bastos, Instituto de Economia - UNICAMP

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Campinas (1993), mestrado em Ciência Política pela Universidade Estadual de Campinas (1996) e doutorado em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Campinas (2001). Atualmente é chefe do Departamento de Política e História Econômica do Instituto de Economia, da Universidade Estadual de Campinas, e presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores em História Econômica (ABPHE). Tem experiência na área de História e Desenvolvimento Econômico.

Downloads

Publicado

2015-08-13

Como Citar

BASTOS, P. P. Z. Da diplomacia do dólar à diplomacia da boa vizinhança: continuidades e diferenças na política dos Estados Unidos para a América Latina (1898-1933). Nova Economia, [S. l.], v. 25, n. 1, 2015. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/1358. Acesso em: 26 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares