A contribuição das fontes de rendimento na dinâmica da distribuição espacial de renda no Brasil

Autores

  • Alexandri Gori Maia

Palavras-chave:

disparidade regional, distribuição de renda, análise de dados espaciais, aposentadorias e pensões, teoria da convergência

Resumo

Este trabalho analisa a dinâmica dos padrões espaciais de concentração de renda dos municípios brasileiros entre os anos de 1980 e 2000. Para avaliar as diferentes configurações que surgem dessa distribuição, analisa-se ainda o grau de dependência dos municípios em relação às diferentes fontes de rendimento (trabalho, aposentadorias, pensões e outras fontes) e sua contribuição para a dinâmica da desigualdade no território. De maneira geral, destaca-se o importante papel das diferenças regionais na extrema desigualdade de renda no Brasil e a relevante contribuição dos rendimentos não provenientes do trabalho, sobretudo aposentadorias e pensões, para a redução das diferenças entre as rendas per capita municipais.

Downloads

Publicado

2010-12-01

Como Citar

MAIA, A. G. A contribuição das fontes de rendimento na dinâmica da distribuição espacial de renda no Brasil. Nova Economia, [S. l.], v. 20, n. 3, 2010. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/1210. Acesso em: 24 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares