Mudança estrutural e crescimento econômico no Brasil: uma análise do período 1990-2003 usando a noção de setor verticalmente integrado

Autores

  • Leopoldo Costa Junior
  • Joanílio Rodolpho Teixeira

Palavras-chave:

mudança estrutural, crescimento econômico, setor verticalmente integrado

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar o quanto os setores de serviços contribuem para a produtividade do trabalho da economia como um todo e de cada um dos setores em particular, usando a noção de setor verticalmente integrado desenvolvida por Pasinetti (1973). São estudados a mudança estrutural e o crescimento econômico no Brasil, entre 1990 e 2003. Os resultados obtidos evidenciam que os setores de serviços têm menor produtividade que os demais, mas essa diferença diminui quando consideramos a produtividade total em vez da produtividade direta. A razão principal é o efeito induzido pela produtividade maior dos outros setores sobre os setores de serviços.

Downloads

Publicado

2011-01-27

Como Citar

JUNIOR, L. C.; TEIXEIRA, J. R. Mudança estrutural e crescimento econômico no Brasil: uma análise do período 1990-2003 usando a noção de setor verticalmente integrado. Nova Economia, [S. l.], v. 20, n. 1, 2011. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/1058. Acesso em: 24 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)