Centralidade e emprego na região Nordeste do Brasil no período 1995/2007

Autores

  • Ana Carolina da Cruz Lima
  • Rodrigo Ferreira Simões

Palavras-chave:

economia do Nordeste, emprego, centralidade, desenvolvimento

Resumo

A estrutura produtiva da região Nordeste do Brasil passou por uma série de transformações entre as décadas de 1950 e 1980, cujo resultado foi a instalação de um parque industrial complementar e dependente das áreas mais desenvolvidas do País. O objetivo do trabalho é identificar as microrregiões que atualmente desempenham papel central para o desenvolvimento da região e a dinâmica do emprego local, destacando inclusive a grande heterogeneidade existente nessa. Para sua consecução, são utilizados métodos descritivos e multivariados (ACP eclusters) na análise dos dados sobre o emprego e a diversidade local no período 1995/2007 (fontes: RAIS/MTE e IBGE). Os resultados demonstram que as microrregiões mais dinâmicas em termos de emprego também são aquelas que possuem os mais elevados índices de centralidade na região, que continua a apresentar profunda heterogeneidade intrarregional, apesar das melhorias nos últimos anos.

Downloads

Publicado

2011-01-27

Como Citar

LIMA, A. C. da C.; SIMÕES, R. F. Centralidade e emprego na região Nordeste do Brasil no período 1995/2007. Nova Economia, [S. l.], v. 20, n. 1, 2011. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/1057. Acesso em: 24 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)