Desemprego e inatividade nas metrópoles brasileiras: as diferenças entre homens e mulheres

Autores

  • Pedro Rodrigues de Oliveira
  • Luiz Guilherme Scorzafave
  • Elaine Toldo Pazello

Palavras-chave:

desemprego, inatividade, mulher, mercado de trabalho, participação

Resumo

Analisar a evolução recente da estrutura do desemprego e da inatividade nas metrópoles brasileiras é o objetivo deste trabalho. Além de um panorama geral, foram realizadas análises separadas por gênero. A resposta da inatividade para a variável "número de crianças no domicílio" é a que mais se destaca: há uma relação negativa para os homens, e positiva para as mulheres. Além disso, os padrões observados entre mulheres pobres e não pobres são muito diferenciados – a inatividade para as mulheres de renda baixa é significativamente maior –, refletindo diferenças de escolaridade e, provavelmente, dificuldades de acesso à creche.

Downloads

Publicado

2011-01-26

Como Citar

DE OLIVEIRA, P. R.; SCORZAFAVE, L. G.; PAZELLO, E. T. Desemprego e inatividade nas metrópoles brasileiras: as diferenças entre homens e mulheres. Nova Economia, [S. l.], v. 19, n. 2, 2011. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/1048. Acesso em: 10 maio. 2021.

Edição

Seção

Números Regulares