O Impacto dos Estilos de Aprendizagem no Ensino de Contabilidade

Autores

  • Denise Mendes da Silva Universidade Federal de Uberlândia
  • José Dutra de Oliveira Neto Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

Ensino, Aprendizagem, Estilo de Aprendizagem, Ensino Superior, Ensino de Contabilidade.

Resumo

Esse estudo tem como objetivo principal avaliar o impacto dos estilos de aprendizagem dos alunos e professores e estilos das disciplinas no desempenho acadêmico dos alunos de um curso de graduação em Contabilidade no Brasil. Para identificação dos estilos de aprendizagem foi utilizado o questionário ILS de Felder e Soloman (1991), baseado no modelo teórico de Felder e Silverman (1988). Participaram da pesquisa 194 alunos e 29 professores. Os professores, além do ILS, responderam outro questionário, elaborado pelos pesquisadores com mesmo embasamento teórico, para identificação dos estilos de 40 disciplinas do curso. O desempenho acadêmico dos alunos foi mensurado pelas médias finais das notas das disciplinas. Os resultados mostraram que os estilos de aprendizagem predominantes nos alunos são ativo, sensorial, visual e sequencial e nos professores são reflexivo, intuitivo, visual e sequencial. Nas disciplinas são predominantes os estilos reflexivo, sensorial, verbal e sequencial. Foi constatado o impacto dos estilos desses elementos no desempenho acadêmico dos alunos, tanto individualmente, como combinados.

Downloads

Publicado

2011-01-18

Como Citar

MENDES DA SILVA, D.; DUTRA DE OLIVEIRA NETO, J. O Impacto dos Estilos de Aprendizagem no Ensino de Contabilidade. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 21, n. 4, p. 123-156, 2011. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/810. Acesso em: 27 nov. 2020.