GESTÃO DE RISCOS DE CONTRATOS DA TERCEIRIZAÇÃO NO SETOR PÚBLICO

UMA ANÁLISE PARA UMA INSTITUIÇÃO FEDERAL DE ENSINO SUPERIOR.

Autores

  • Ludiany Barbosa Sena Miranda Universidade Federal de Viçosa
  • Nalbia de Araújo Santos Universidade Federal de Viçosa
  • Fernanda Maria de Almeida Universidade Federal de Viçosa

DOI:

https://doi.org/10.22561/cvr.v30i2.4971

Palavras-chave:

Gestão de Riscos, Gestão de Contratos, Administração Pública, Analise Discriminante

Resumo

O emprego de ferramentas que contribuam para o alcance dos objetivos institucionais é fundamental para elevar a qualidade dos serviços públicos prestados. Nesse contexto, este estudo objetiva propor uma metodologia de avaliação de riscos em contratos terceirizados, considerando como base as características dos fornecedores/contratos e os pressupostos da Teoria de Custos de Transação. A revisão teórica permitiu identificar variáveis que pudessem influenciar nos riscos dos contratos, que fundamentaram a proposta do modelo. O levantamento empírico teve base nos contratos terceirizados de mão de obra firmados pela Universidade Federal de Viçosa, de 2007 a 2017. Os dados foram coletados por meio da base de dados oficial do governo federal e por intermédio de aplicação de questionário junto aos gestores responsáveis pelo acompanhamento dos contratos. Para analisar os dados, utilizaram-se as técnicas de Análise Documental e Análise Discriminante Multivariada de Dados. A análise descritiva apontou que os contratos terceirizados demandam 35 % das despesas discricionárias da Instituição e que 71% dos gestores não realizaram treinamentos acerca da gestão contratual, indicando uma fragilidade na capacitação. Por outro lado, verificou-se que na visão de 51% dos gestores o grau de controle interno é alto, o que possibilita a redução dos riscos dos contratos. Os resultados da análise discriminante do modelo de gestão de risco indicaram que a regra proposta de classificação de risco, considerando os níveis baixo, médio e alto, alcançou um significante nível de predição de 88,50% dos contratos analisados. Assim, sugere-se a replicação do modelo a outros órgãos públicos. 

Biografia do Autor

Nalbia de Araújo Santos, Universidade Federal de Viçosa

Doutora em Ciências (DSc.) no Programa de Controladoria e Contabilidade da USP e Professora no Departamento de Administração e Contabilidade e do Programa de Pós –Graduação de Mestrado Profissional em Administração Pública em Rede Nacional da Universidade Federal de Viçosa – UFV

Fernanda Maria de Almeida, Universidade Federal de Viçosa

Doutorado em Economia Aplicada e  Professora Adjunto IV do Departamento de Administração e Contabilidade - Universidade Federal de Viçosa (UFV)

Downloads

Publicado

2019-12-03

Como Citar

MIRANDA, L. B. S.; SANTOS, N. de A.; DE ALMEIDA, F. M. GESTÃO DE RISCOS DE CONTRATOS DA TERCEIRIZAÇÃO NO SETOR PÚBLICO: UMA ANÁLISE PARA UMA INSTITUIÇÃO FEDERAL DE ENSINO SUPERIOR. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 30, n. 2, p. 143-170, 2019. DOI: 10.22561/cvr.v30i2.4971. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/4971. Acesso em: 16 maio. 2022.