A ATUAÇÃO DA AUDITORIA INTERNA NA GOVERNANÇA PÚBLICA: UM ESTUDO BASEADO NA VISÃO DA ALTA ADMINISTRAÇÃO DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS FEDERAIS BRASILEIRAS

Autores

  • Douglas Renato Pinheiro Universidade Municipal de São Caetano do Sul
  • Eduardo Camargo Oliva Universidade Municipal de São Caetano do Sul

DOI:

https://doi.org/10.22561/cvr.v31i2.4933

Palavras-chave:

Governança Pública, Controle Público, Auditoria Interna, Auditoria

Resumo

Esta pesquisa objetivou analisar a atuação da auditoria interna na governança das universidades públicas federais brasileiras, do ponto de vista da Alta administração, composta por Reitores, Vice-Reitores, Pró-Reitores de Administração e Pró-Reitores de Planejamento. Quanto à metodologia, realizou-se uma pesquisa mista que consistiu de duas fases. Na primeira fase foi realizada uma pesquisa quantitativa descritiva com uma amostra de 33 universidades e, na segunda fase, uma pesquisa qualitativa, através da técnica de coleta de dados Focus Group. Os resultados apontam que a maioria da Alta administração concorda que a auditoria interna auxilia a universidade na execução de suas estratégias, possuindo uma atuação flexível e alinhada com os objetivos estratégicos da instituição, de forma a considerar a auditoria interna uma importante instância interna de apoio à governança da universidade.

Biografia do Autor

Douglas Renato Pinheiro, Universidade Municipal de São Caetano do Sul

Doutor em Administração pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS).

Professor na Universidade Municipal de São Caetano do Sul.

Eduardo Camargo Oliva, Universidade Municipal de São Caetano do Sul

Doutor em Administração pela Universidade de São Paulo.

Professor Titular na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS).

Referências

Barros, A. J. da S., & Lehfeld, N. A. de S. (2007). Fundamentos de Metodologia Científica (3o ed). São Paulo: Pearson Prentice Hall.

Batista, D. G. (2011). Manual de Controle e Auditoria: Com Ênfase na Gestão de Recursos Públicos (1o ed). São Paulo: Saraiva.

Brasil. Instrução Normativa Conjunta no 01, de 10 de maio de 2016. Dispõe sobre controles internos, gestão de riscos e governança no âmbito do poder executivo federal.

Brasil. Instrução Normativa no 01, de 06 de abril de 2001. Define diretrizes, princípios, conceitos e aprova normas técnicas para a atuação do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal.

Brasil. Lei no 5.540, de 28 de novembro de 1968. Fixa normas de organização e funcionamento do ensino superior e sua articulação com a escola média, e dá outras providências.

Brasil. Tribunal de Contas da União. (2014). Referencial básico de governança aplicável a órgãos e entidades da administração pública / Tribunal de Contas da União. Versão 2—Brasília: TCU, Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão.

Caregnato, R. C. A., & Mutti, R. (2006). Pesquisa qualitativa: Análise de discurso versus análise de conteúdo. Texto & Contexto - Enfermagem, 15(4), 679–684. DOI:10.1590/S0104-07072006000400017

Castro, D. P. de. (2015). Auditoria, Contabilidade e Controle interno no Setor Público: Integração das áreas do ciclo de gestão: planejamento, orçamento, finanças, contabilidade e auditoria e organização dos controles internos, como suporte à Governança Corporativa (6o ed). São Paulo: Atlas.

Cavalcante, M. C. N., & Luca, M. M. M. D. (2013). Controladoria como Instrumento de Governança no Setor Público. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade (REPeC), 7(1). DOI: 10.17524/repec.v7i1.138

Chaves, R. S. (2011). Auditoria e controladoria no setor público: Fortalecimento dos controles internos: com jurisprudência do TCU (2o ed). Curitiba: Juruá.

Christopher, J. (2015). Internal audit: Does it enhance governance in the Australian public university sector? Educational Management Administration & Leadership, 43(6), 954–971. DOI: 10.1177/1741143214543206

Deloitte. (2015). Auditoria Interna no Brasil: Função estratégica para a geração de valor nas organizações. Deloitte.

Flozino, A. V. B. (2014). Auditoria interna e sua importância para micro e pequenas empresas. Revista interatividade, 2(2).

Gil, A. C. (2010). Métodos e técnicas de pesquisa social (6o ed). São Paulo: Atlas.

IBGC. (2015). Código Brasileiro de Governança Corporativa: Companhias Abertas / Grupo de Trabalho Interagentes; coordenação Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (5o ed). São Paulo: IBGC.

IFAC. (2014). International Framework: Good Governance in the Public Sector, Executive Summary.

IIA. (2012). International Standards for the Professional Practice of Internal Auditing.

IIA. ([s.d.]). Estrutura Internacional de Práticas Profissionais.

IIARF. (2009). Internal Audit Capability Model (IA-CM) for the Public Sector.

Maki, T., DeLoach, J. W., Beasley, M. S., Jackson, A. J., DeFoor, J. W., Jameson, S. E., … Martens, F. J. (2004). Enterprise Risk Management: Integrated Framework. PricewaterhouseCoopers LLP.

Marçola, C. (2014). Auditoria interna como instrumento de controle social na administração pública. Revista do Serviço Público, 62(1), 75–87. DOI: 10.21874/rsp.v62i1.62

Marques, M. C. C. (2014). Corporate governance e auditoria do setor público em Portugal: Enfoque nas instituições de ensino superior públicas. XVI Encuentro AECA. Apresentado em Portugal. Portugal.

Oliveira, A. J. S. J., Gomes, A. R., & Machado, G. V. (2015). Metodologia de auditoria com foco em processo e risco | Revista do TCU. (132). Recuperado de https://revista.tcu.gov.br/ojs/index.php/RTCU/article/view/249

Peter, M. da G. A., & Machado, M. V. V. (2014). Manual de auditoria governamental (2a. Ed.). São Paulo: Editora Atlas S.A.

Rodrigues, J. A., & Mendes, G. de M. (2004). Governança corporativa: Estratégia para geração de valor. Rio de Janeiro: Qualitymark.

Sá, A. L. de. (2002). Curso de Auditoria (10o ed). São Paulo: Atlas.

Silva, M. M. (2012). Curso de auditoria Governamental: De acordo com as Normas Internacionais de Auditoria Pública aprovadas pela INTOSAI (2o ed). São Paulo: Atlas.

Streit, R. E., & Klering, L. R. (2004). Governança pública sob a perspectiva dos sistemas complexos. Encontro de Administração Pública e Governança - EnAPG. Apresentado em Rio de Janeiro. Rio de Janeiro.

Downloads

Publicado

2020-07-12

Como Citar

PINHEIRO, D. R.; OLIVA, E. C. A ATUAÇÃO DA AUDITORIA INTERNA NA GOVERNANÇA PÚBLICA: UM ESTUDO BASEADO NA VISÃO DA ALTA ADMINISTRAÇÃO DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS FEDERAIS BRASILEIRAS. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 31, n. 2, 2020. DOI: 10.22561/cvr.v31i2.4933. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/4933. Acesso em: 5 ago. 2020.