A PERCEPÇÃO DOS USUÁRIOS SOBRE MATERIALIDADE: MAPEAMENTO E ANÁLISE SISTÊMICA DA LITERATURA

Autores

  • Rita de Cássia Correa Pepinelli Camargo Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPGC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
  • Luiz Alberton Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPGC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Palavras-chave:

Materialidade, Gap de expectativa, Usuários, Evidenciação da Materialidade, Revisão da Literatura.

Resumo

Este estudo objetivou identificar as características das pesquisas científicas sobre o tema reação dos usuários à evidenciação da materialidade. Pretendeu-se com o estudo apresentar um panorama acerca do tema e indicar direções para futuras pesquisas. Com a seleção de um portfólio bibliográfico (PB), por meio do instrumento ProKnow-C, indicam-se autores, referências e periódicos de destaque, que podem servir como ponto de partida para os pesquisadores interessados no tema. Observou-se nos artigos selecionados, a predominância de pesquisas desenvolvidas no âmbito norte-americano. Embora os autores reconheçam que a avaliação da materialidade envolve fatores quantitativos e qualitativos, em poucos estudos são consideradas estas duas abordagens em conjunto, o que abre possibilidades para que novas pesquisas sejam desenvolvidas considerando esta característica, sobretudo com a aplicação de experimentos. Apesar das normas apregoarem que as decisões de materialidade devem ser tomadas sob a perspectiva dos usuários, muitos usuários ainda se sentem confusos acerca do tema, e não tem muita segurança sobre as bases utilizadas pelos auditores e preparadores. Além disso, ainda existe muita discrepância nas avaliações de materialidade realizadas pelos usuários quando comparadas às realizadas pelos auditores. Por estas razões, os usuários se demonstram a favor da divulgação de informações adicionais sobre a materialidade, fato que para alguns autores, poderia auxiliar na redução do gap de expectativas em relação à auditoria. Contudo, é necessário que pesquisas futuras avaliem se os usuários realmente se beneficiariam da divulgação de informações sobre a materialidade, e qual o impacto destas informações na utilidade das informações divulgadas pelos auditores.

Biografia do Autor

Rita de Cássia Correa Pepinelli Camargo, Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPGC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Mestre em Contabilidade pelo Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPGC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Doutoranda em Contabilidade pelo Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPGC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Luiz Alberton, Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPGC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Professor Associado do Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPGC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Downloads

Publicado

2016-01-27

Como Citar

CAMARGO, R. de C. C. P.; ALBERTON, L. A PERCEPÇÃO DOS USUÁRIOS SOBRE MATERIALIDADE: MAPEAMENTO E ANÁLISE SISTÊMICA DA LITERATURA. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 26, n. 3, p. 1-24, 2016. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/3052. Acesso em: 2 jul. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)