Gestão de Custos Aplicada ao Agronegócio: Culturas Temporárias

Autores

  • Elza Hofer
  • Adriano José Rauber
  • Auri Diesel
  • Márcio Wagner

Palavras-chave:

Custos, Agronegócio, Culturas temporárias.

Resumo

    Os custos dos insumos envolvidos no agronegócio denotam ser superiores aos retornos após a colheita do produto. Em vista disso, o empresário rural deve buscar meios para diminuir o custo da produção, evitar desperdícios e melhorar o planejamento e controle das atividades, o que possibilita gerar informações precisas e oportunas sobre a situação real da produção e do resultado das culturas de sua propriedade. Nesse contexto, o presente artigo objetiva elaborar um estudo sobre o custo de produção aplicado ao agronegócio, especificamente nas culturas trigo e soja, com o intuito de verificar o resultado por alqueire. Assim, mostra o resultado da atividade global e o lucro total de cada cultura em relação ao período de abril/2004 a março/2005, em uma propriedade rural situada no Município de Toledo, região Oeste do Estado do Paraná. Constatou-se que a propriedade pesquisada não possui nenhum tipo de controle de custos para auxiliar o gestor no gerenciamento das atividades. As culturas de soja e trigo apresentam lucro instigante na propriedade. Concluiu-se que a utilização de ferramentas de controle e gerenciamento de custos propiciam informações ao gestor, que auxiliam no processo decisório da atividade rural. O gerenciamento e planejamento da produção proporcionam informações para melhorar o desempenhoeconômico e financeiro da atividade.

Downloads

Publicado

2009-05-08

Como Citar

HOFER, E.; RAUBER, A. J.; DIESEL, A.; WAGNER, M. Gestão de Custos Aplicada ao Agronegócio: Culturas Temporárias. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 17, n. 1, p. 29-46, 2009. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/290. Acesso em: 5 dez. 2021.