ENQUADRAMENTO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÕES EM SAUDE NA ÓTICA DA COMPLEXIDADE: O CASO DE UMA REGIÃO DE SAÚDE EM ALAGOAS

Resumo

A teoria da complexidade tem sido cogitada para explicar relações na administração, em especial na área de saúde pública, onde a existência de entes e relações complexas é quase visceral. Assim, buscou-se entender como o conjunto de relações estabelecidas entre os sistemas de informação em saúde se estrutura e enquadrá-lo em conceitos complexos, com o intuito de auxiliar, pós-enquadramento, a atividade de tornar eficiente comunicação e gestão nesta seara. Os resultados ratificaram o aspecto caótico previsto, sendo mapeado um Sistema de Informações Complexo a partir das relações de co-evolução, co-adataptação, fractalidade, auto-organização, emergência, e por assim estarem, podem propiciar ao gestor compreender as dimensões de ineficiência e mesmo articular otimizações no sentido da produção informacional desejadas.

https://doi.org/10.21450/rahis.v15i3.5155
PDF