Ética, Sigilo e o Profisional Contábil

Autores

  • Maria Elisabeth Paulino Kraemer

Palavras-chave:

Código de Ética, Ética Contábil, Sigilo Contábil, Conduta Contábil.

Resumo

  O futuro de uma profissão se constrói passo a passo, desde o ingresso na faculdade até a formatura, analisando o passado e modificando o presente.

  Neste sentido, a formação do estudante de contabilidade – futuro contador – é bastante relevante e tem provocado, na prática, inquietações e dificuldades que a todo momento estão a desafiar a inteligência e o espírito criativo dos professores, pois ser contabilista é uma função nobre e de alta responsabilidade, onde os deslizes cometidos, por negligência, dolo ou má fé, podem induzir terceiros a erros de apreciação, de decisão consciente e precisa.

   A sociedade confia no contabilista, para disponibilizar informações de ordem técnicacientífica, uma vez que ele possui, pela sua formação, conhecimentos específicos da ciência contábil, essenciais para compreensão dos atos e fatos relacionados ao patrimônio.

   Portanto é inegável a contribuição em termos de formação profissional proporcionada pelo estudo no campo geral (científico) e profissional (aplicada). É pela prática dos valores morais que o profissional constrói sua reputação ao longo da carreira, em cujo reconhecimento público reside um dos principais fatores de valorização profissional, aliado à competência técnica.

 

 

Downloads

Publicado

2009-04-30

Como Citar

KRAEMER, M. E. P. Ética, Sigilo e o Profisional Contábil. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 12, n. 2, p. 33-48, 2009. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/175. Acesso em: 4 dez. 2021.