Gestão de Custos em Pequeno Hospital Filantrópico: uma Pesquisa Intervencionista

Resumo

Objetivou elaborar uma planilha para avaliar e gerenciar os gastos e resultados dos setores de um hospital filantrópico de pequeno porte. Para tanto, foi utilizada metodologia de cunho empírico, com abordagem qualitativa de intervenção. Como resultados da pesquisa cabe citar que esta proporcionou: a identificação de custos que anteriormente não eram considerados pela administração do hospital na avaliação do resultado e a alocação dos gastos mensais aos diversos setores assistenciais e de apoio. Ainda, propiciou melhorias na mensuração dos resultados dos setores com faturamento próprio e o aprimoramento da avaliação do resultado do período considerando os valores de receitas, custos e despesas. Desse modo, o estudo contribuiu no sentido de mostrar que é possível utilizar metodologia de custeamento em organizações hospitalares de pequeno porte de forma economicamente viável. Isso contradiz diversas menções na literatura sobre a necessidade gastos elevados para implementar e operacionalizar um método de custeio, especialmente quanto aos dispêndios requeridos com pessoal, equipamentos, software específico, coleta e processamento de dados etc.

Biografia do Autor

Rodney Wernke, UNISUL
Professor no curso de Administração da UNISUL/Tubarão-SC. Professor no PPGCCA da UNOCHAPECÓ/Chapecó-SC.
Publicado
2018-12-27
Seção
Artigos