GOVERNANÇA CORPORATIVA EM UM HOSPITAL DE MINAS GERAIS

Palavras-chave: Governança corporativa, Administração hospitalar, Minas Gerais.

Resumo

Nesse estudo se aborda como a governança é percebida pelo stakeholders, a partir do pressuposto que, para alcançar resultados, é preciso haver valorização e estímulo para o alcance do interesse das partes interessadas. Para tanto, foi observado o caso de um hospital filantrópico de uma cidade do interior de Minas Gerais, tendo sido o caso analisado construído a partir de informações obtidas na internet associadas à realização de entrevistas semiestruturadas com stakeholders. Os principais resultados sugerem que no modelo de governança identificado no hospital, o de stakeholders, há falhas nas práticas de responsabilidade e participação, o que torna particularmente problemática a relação entre gestão e empregados, o que interfere na gestão da organização como um todo.

Biografia do Autor

Ludimila Catarina Ferreira
Bacharela em Administração pela Faculdade de Ciências Administrativas e Contábeis da Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira.
Luiz Alex Silva Saraiva, Universidade Federal de Minas Gerais
Doutor em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professor Adjunto da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais.
Publicado
2018-06-11
Seção
Artigos