AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO: PERCEPÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DE UMA ENTIDADE HOSPITALAR DE SANTA CATARINA

  • Maryely Andrea Jimenez Franco Universidade Federal de Santa Catarina. Endereço: Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário Trindade, Centro Socioeconômico, Florianópolis
  • Edicreia Andrade dos Santos Universidade Federal de Santa Catarina. Endereço: Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário Trindade, Centro Socioeconômico, Florianópolis
  • Micheli Zanin Universidade Federal de Santa Catarina. Endereço: Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário Trindade, Centro Socioeconômico, Florianópolis
  • Rogério João Lunkes Universidade Federal de Santa Catarina. Endereço: Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário Trindade, Centro Socioeconômico, Florianópolis Email: rogeriolunkes@hotmail.com Telefone para contato: (48)3721-6436
Palavras-chave: Avaliação de desempenho, Entidade hospitalar, Recursos humanos.

Resumo

A presente pesquisa objetiva identificar qual é a percepção dos funcionários de uma instituição hospitalar do Estado de Santa Catarina em relação ao processo de avaliação de desempenho implementado pela entidade. Com delineamentos metodológicos de natureza descritiva, uma abordagem quantitativa e um levantamento de dados por meio de um questionário, observaram-se os seguintes resultados: os funcionários são capazes de se esforçar para contribuir e obter os objetivos desejados da entidade, contribuindo para o desempenho organizacional, sempre e quando a entidade seja transparente no que espera deles e ofereça condições adequadas de trabalho; os respondentes acreditam que o chefe os avalia levando em consideração o desempenho do seu trabalho e da entidade, ou seja, de forma imparcial; a maioria dos respondentes acha que as recompensas financeiras não são suas principais motivações, porém planos de carreira, promoções são fatores importantes para um bom desempenho. Assim, torna-se interessante a entidade deixar claro aos seus colaboradores quais são as regras e as recompensas do processo, e que estas recompensas não respaldem somente fatores financeiros, também não financeiros.

Biografia do Autor

Maryely Andrea Jimenez Franco, Universidade Federal de Santa Catarina. Endereço: Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário Trindade, Centro Socioeconômico, Florianópolis

Mestranda em Contabilidade pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Endereço: Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário Trindade, Centro Socioeconômico, Florianópolis

E-mail: pandorandrea@hotmail.com

Telefone para contato: (48) 3721-6436

Edicreia Andrade dos Santos, Universidade Federal de Santa Catarina. Endereço: Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário Trindade, Centro Socioeconômico, Florianópolis

Doutoranda em Contabilidade
Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
E-mail: edicreiaandrade@yahoo.com.b

Micheli Zanin, Universidade Federal de Santa Catarina. Endereço: Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário Trindade, Centro Socioeconômico, Florianópolis

Graduanda em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Endereço: Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário Trindade, Centro Socioeconômico, Florianópolis

            E-mail: michelizanin7@gmail.com

Telefone para contato: (48)3721-6436

Rogério João Lunkes, Universidade Federal de Santa Catarina. Endereço: Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário Trindade, Centro Socioeconômico, Florianópolis Email: rogeriolunkes@hotmail.com Telefone para contato: (48)3721-6436

Pós-doutorado em Contabilidade pela Universidad de Valencia (España).

Professor do Programa de Pós-Graduação em Contabilidade e Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Endereço: Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário Trindade, Centro Socioeconômico, Florianópolis

Email: rogeriolunkes@hotmail.com

Telefone para contato: (48)3721-6436

Publicado
2017-08-08
Seção
Artigos