CUSTOS INSTITUCIONAIS DA ACUMULAÇÃO DE RESERVAS INTERNACIONAIS

Autores

  • Lucca Rodrigues Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.29327/223163.9.1-3

Resumo

O artigo pretende analisar quais as consequências econômico-contábeis do processo de acumulação de reservas internacionais. Argumenta-se que a recente acumulação de reservas somada a uma alta volatilidade cambial impõe custos institucionais relevantes que obrigam o redesenho das relações legais entre o Tesouro Nacional e o Banco Central. Para isso, é realizada uma análise crítica das leis 11.803/2008 e 13.820/2019 a luz dessa problemática.

Downloads

Publicado

2021-08-18

Como Citar

GUSTAFSON RODRIGUES, L. H. CUSTOS INSTITUCIONAIS DA ACUMULAÇÃO DE RESERVAS INTERNACIONAIS. Revista Multiface Online, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 59-78, 2021. DOI: 10.29327/223163.9.1-3. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/multiface/article/view/6959. Acesso em: 17 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos