Fetichismo, Golpe Retórico e a Crítica da Modernidade em Marx

Alexandre Abreu Medrado, André Américo da Silva, Bruno Siqueira Fernandes

Resumo


Marx, em sua obra O Capital (1867), apresenta uma relação estabelecida no seio da sociedade burguesa moderna: o fetichismo da mercadoria. Por muito tempo esse termo foi tratado com certo descaso e “o desenvolvimento das ideias de Marx acerca do fetichismo da mercadoria não atraiu particular atenção” (Rubin, p.68). O artigo parte então da observação do fetichismo enquanto teoria e contribuição à crítica da economia política clássica e, sobretudo, da modernidade. O trabalho traz, a partir da contribuição do texto de Roger Sansi (2008), a história do termo ao longo do tempo, desde o seu uso e designío inicial e será levado até o seu uso final como crítica modernidade-tradição. Feito isso, será mostrado como o golpe retórico (Fleck, p.144) utilizado por Marx a partir da inversão do uso desse termo se apresenta como contribuição à sua crítica modernidade-modernidade.

Palavras-chave


Fetichismo; Teoria Marxista; Karl Marx; História do Termo; Rubin

Texto completo:

PDF

Referências


BRITTES, R. Pequena história da ideia de fetiche religioso. Relig. soc. vol.31 no.1 Rio de Janeiro jun. 2011. (Acessado em 04/07/2016) Link: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-85872011000100004

DALLA, P. Mal-estar e fetichismo entre Marx e Freud. Marx e o Marxismo v.2, n.2, jan/jul 2014. (Acessado em 04/07/2016) Link: http://www.bvseps.icict.fiocruz.br/lildbi/docsonline/get.php?id=3061

FLECK, A. O Conceito de Fetichismo na Obra Marxiana: uma tentativa de interpretação. Florianópolis, v. 11, n. 1, p. 141 – 158 Jun. 2012. (Acessado em 04/07/2016) Link: http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2012v11n1p141

HARVEY, D. A Companion to Marx’s Capital. First published by Verso, 2010

MARX, K. O Capital: crítica da economia política : Livro I : o processo de produção do capital /; [tradução de Rubens Enderle]. – São Paulo : Boitempo, 2013. (Marx-Engels)

RUBIN, I. I. Teoria Marxista do Valor. Editora Brasiliense, 1980.

SANSI, R. Feitiço e fetiche no Atlântico moderno. Revista de Antropologia, São Paulo, USP,2008, V. 51 Nº 1.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Multiface Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.