QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO EM HOSPITAL: UM ESTUDO DA PERCEPÇÃO DOS TÉCNICOS DE ENFERMAGEM NA REDE PÚBLICA

  • Júlia Alcântara Rocha Faculdade Kurios/Graduada em Administração
  • Juliana Carvalho Sousa Universidade Federal Rural do Semi-Árido/Docente
  • Carlos Dias Chaym Universidade Estadual do Ceará/Doutorando
Palavras-chave: Qualidade de Vida no Trabalho. Técnicos de Enfermagem. Hospital.

Resumo

O presente artigo revisita os estudos de Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) direcionado para o contexto de um hospital da rede pública, com recorte específico para os profissionais de enfermagem em nível técnico. Objetiva-se analisar a compreensão destes profissionais acerca das 8 dimensões de QVT desenvolvidas em Walton (1973), bem como avaliar a satisfação destes profissionais em relação ao seu trabalho. A pesquisa é caracterizada como sendo de natureza qualitativa, cuja coleta de dados se deu por meio de entrevistas semiestruturadas em profundidade e Análise de Núcleos de Sentido (ANS) como técnica de análise. Os resultados encontrados permitem constatar que o nível de satisfação desses trabalhadores é satisfatório, embora seja possível apontar assuntos que precisam ser adaptados para o contexto específico de hospitais. Além disso, os resultados reforçam a necessidade de repensar as dimensões levantadas por Walton (1973) e noções de QVT para contextos extremos de trabalho, explorando as idiossincrasias e lançando nova luz sob o tema.

Biografia do Autor

Júlia Alcântara Rocha, Faculdade Kurios/Graduada em Administração
Departamento de Ciências Sociais Aplicadas/Administração
Juliana Carvalho Sousa, Universidade Federal Rural do Semi-Árido/Docente
Departamento de Ciências Sociais Aplicadas/Administração
Carlos Dias Chaym, Universidade Estadual do Ceará/Doutorando
Departamento de Ciências Sociais Aplicadas/Administração
Publicado
2017-12-06
Seção
Artigos