GESTÃO DO FLUXO DE PACIENTES EM INTERNAÇÕES RELACIONADAS AO PRONTO-SOCORRO: APLICAÇÃO DA METODOLOGIA KANBAN

  • Paulo Renato de Sousa Fundação Dom Cabral
  • Marinês da Silva Muricy Hospital Santa Marta
  • Erika Pimentel Simeão Hospital Santa Marta
  • Edvaldo Silva Lima Hospital Santa Marta
  • Bruna Catão Braga Fundação Dom Cabral
Palavras-chave: Kanban. Acolhimento com Classificação de Risco de Pacientes (ACCR). Gestão clínico-hospitalar.

Resumo

Este estudo tem por objetivo descrever a implementação da Metodologia Kanban, associada ao protocolo de Acolhimento com Classificação de Risco de Pacientes (ACCR), como ferramenta de gestão de leitos e gestão do fluxo de pacientes na Unidade de Cuidados Especiais (UCE) do pronto-socorro (PS) do Hospital Santa Marta, localizado no Distrito Federal. A implementação do Kanban propõe a classificação de risco dos pacientes que recorrem ao pronto-socorro utilizando cores e objetiva reduzir o tempo de espera, as filas e o tempo de internação desses pacientes. Teorias e literatura especializadas foram utilizadas de modo a enriquecer a base da pesquisa.

Biografia do Autor

Paulo Renato de Sousa, Fundação Dom Cabral
Núcleo de Logística, Supply Chain e Infraestrutura
Marinês da Silva Muricy, Hospital Santa Marta

Hospital Santa Marta

Erika Pimentel Simeão, Hospital Santa Marta

Hospital Santa Marta

Edvaldo Silva Lima, Hospital Santa Marta
Hospital Santa Marta
Bruna Catão Braga, Fundação Dom Cabral
Núcleo de Logística, Supply Chain e Infraestrutura
Publicado
2017-08-08
Seção
Artigos