[1]
C. A. T. Silva, “Por que o Custeio por Absorção?”, Contab. Vista & Rev., vol. 5, nº 1, p. 53-56, abr. 2009.