O PAPEL DAS MÍDIAS SOCIAIS NO RELACIONAMENTO ENTRE HOSPITAIS E SEUS DIFERENTES PÚBLICOS: UM ESTUDO DE CASO EM UMA REDE HOSPITALAR DE GRANDE PORTE

Priscila Favaro, Ramon Silva Leite, Noélia Pereira Prado, Valcir Marcilio Farias

Resumo


As mídias sociais provocaram grandes transformações na relação entre organizações, clientes e demais envolvidos. Esse estudo buscou analisar o papel das redes sociais no relacionamento entre uma rede hospitalar privada de grande porte e seus diferentes públicos. Foi conduzido um estudo de caso, que contou com triangulação de fonte e de métodos. Foram analisadas as interações feitas pelos usuários nas mídias sociais da rede ao longo de doze meses. Complementarmente foi conduzida uma observação do processo de gerenciamento das redes sociais pela instituição. Verificou-se que, com a compreensão das redes sociais como canal estratégico de interação com seus diversos públicos, a organização pesquisada passou a ter participação mais efetiva e retorno mais significativo de suas ações. A utilização das mídias sociais como estratégia de marketing favoreceu o relacionamento por meio das diversas formas de interação, engajamento e publicidade. Ressalta-se que o processo de monitoramento e resposta às redes sociais deve estar inserido em um fluxo de trabalho estruturado, sendo esse um canal novo, mas promissor para o estreitamento do relacionamento entre hospitais e seus diferentes públicos. 


Palavras-chave


Mídias sociais; Relacionamento; Hospital

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21450/rahis.v14i3.4441

Licença Creative Commons Todo o conteúdo deste periódico, salvo indicação em contrário, está licenciado sob a Creative Commons Attribution License.

Site melhor visualizado com o navegador Mozilla Firefox.