Assédio moral e seu dano na saúde mental dos indivíduos

Ely Félix Ventura, Luiz Antônio Antunes Teixeira, Ronielton Rezende Oliveira, Lana Porto

Resumo


O artigo analisa as relações de trabalho e seus efeitos na saúde mental dos servidores docentes e técnicos administrativos da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP, Minas Gerais, Brasil). O estudo de caso utiliza da abordagem quantitativa para verificar se o assédio moral ocorre no ambiente acadêmico da UFOP, tal como utiliza a abordagem qualitativa para analisar como se desenvolveu o assédio moral em algumas relações de trabalho. O assédio moral é uma realidade dentro da UFOP. O método do discurso do sujeito coletivo é utilizado para apresentar as trinta e três ideias centrais a respeito do entendimento, envolvidos, escalonamento, impactos, consequências e soluções que recaem sobre o problema do assédio moral.

Palavras-chave


Relações de Trabalho; Setor Público; Instituição de Ensino Superior.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21450/rahis.v14i4.4757

Licença Creative Commons Todo o conteúdo deste periódico, salvo indicação em contrário, está licenciado sob a Creative Commons Attribution License.

Site melhor visualizado com o navegador Mozilla Firefox.