Assessment of rural credit impact on land and labor productivity for Brazilian family farmers

Marcos de Oliveira Garcias, Ana Lucia Kassouf

Resumo


O objetivo do estudo é avaliar o impacto da restrição ao crédito rural sobre a produtividade da terra e a produtividade do trabalho para os agricultores familiares do Brasil. Para estimar esse impacto, foram utilizados dados do Censo Agropecuário de 2006 por município. Para diferenciar os agricultores familiares, foram utilizados quartis do índice de mercantilização. O impacto da restrição ao crédito sobre a produtividade da terra e a produtividade do trabalho foi calculado a partir da comparação entre o grupo que recebeu crédito e o que não recebeu crédito, obtido através do escore de propensão (propensity score matching). As estimativas do efeito médio de tratamento sobre os tratados, quando apresentaram resultados estatisticamente significativos, mostraram que o crédito aumenta a produtividade do trabalho e da terra e que os valores diferem entre os diferentes níveis de mercantilização dos agricultores familiares e, portanto, requerem políticas distintas.


Palavras-chave


agricultura familiar; mercantilização; crédito rural; propensity score matching

Texto completo:

PDF (English)


Direitos autorais 2017 Nova Economia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Patrocínio:

BDMG

 

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.