Seguro-desemprego brasileiro e salário de reinserção: análise empírica com regressão com descontinuidade e propensity score matching

Gibran Teixeira, Giácomo Balbinotto Neto

Resumo


O objetivo deste artigo é avaliar a influência do programa brasileiro de Seguro-Desemprego sobre o salário de reinserção dos seus beneficiados. Como referenciais teóricos, foram utilizadas as teorias de JobSearch e do Capital Humano. Para a análise empírica, empregou-se o método de regressão com descontinuidade modelo Sharp, bem como o propensity score matching como critério de robustez. Avaliando os resultados, percebe-se que o programa nacional vai de encontro às teorias, visto que não se mostrou suficiente para influenciar o salário de reinserção dos beneficiados. Isso indica que ele atua no sentido de auxiliar financeiramente o trabalhador por um período definido de tempo sem agregar nenhum nível de capital humano aos seus beneficiados.


Palavras-chave


seguro desemprego; salário de reinserção; regressão descontínua; propensity score matching

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2017 Nova Economia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Patrocínio:

BDMG

 

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.