LIVRO DE RECEITAS

Anderson de Souza Sant'anna

Resumo


Seguindo Edelman (2011) e a analítica foucaultiana de poder, esta receita deriva de pesquisa sobre relações entre “espaço” e “práticas sociais”. Para tanto, revisitam-se receitas de menus internacionais, com toques de ingredientes locais, incluindo aqueles ainda periféricos ou cotidianamente ignorados que, todavia, apresentam-se como emblemáticos da difusão e introjeção de discursos e práticas que suportam tais relações no mundo contemporâneo. Centramos esta pequena “etnografia” do banheiro masculino, investigando-o como dispositivo de produção, transmissão e reprodução de subjetividades que suportam discursos e práticas de poder. Como resultados, corrobora-se Foucault quanto à amplitude e profundidade da presença do poder disciplinar, bem como quanto à sofisticação e sutilização de estratégias e táticas mobilizadas. Destacam-se, ainda, formas contemporâneas de apropriação e ressignificação da noção de virilidade como fundamento e instância política intra e extraorganizacional.


Palavras-chave


Banheiro masculino; Biopoder; Poder viril-disciplinar

Texto completo:

PDF

Referências


Bentham, J. O panóptico ou a casa de inspeção. In: Tadeu, T. (Org.). O panóptico. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

Bourdieu. P. A dominação masculina. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010.

Corbin, A.; Courtine, J-J.; & Vigarello, G. História da virilidade: a invenção da virilidade. Petrópolis, 2013.

Edelman, L. Banheiro dos homens. In: Penteado, F. M. & Gatti, J. (Orgs.). Masculinidades: teoria, crítica e artes. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2011.

Foucault, M. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Petrópolis: Vozes, 1987.

Foucault, M. Os anormais: curso no Collège de France (1974-1975). São Paulo: Martins Fontes, 2002.

Sant’Anna, A. S. O banheiro dos homens como dispositivo e metáfora de poder viril-disciplinar. Belo Horizonte: FDC, 2014. (mimeo).




DOI: http://dx.doi.org/10.25113/farol.v3i7.2823

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Farol - Revista de Estudos Organizacionais e Sociedade

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Classificação de Periódicos Qualis/CAPES (2013-2016)

 

Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo – B4
Biotecnologia – C
Ciências Ambientais – B4
Comunicação e Informação – B5
Educação – C
Engenharias III – B5
Geografia – B4
Interdisciplinar – B4
Planejamento Urbano e Regional / Demografia – B4
Psicologia – B3
Sociologia – B5


ISSN 2358-6311

 

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 4.0 Internacional